domingo, 18 de dezembro de 2011

2012






Final de ano chegando, e bate aquela velha sensação de analisar tudo que queremos para o futuro, e todas as nossas falhas daquilo que será deixado para trás. Essa será minha última postagem no blog em 2011, resolvi fazer uma viagem, que pode ser curta, ou um pouco longa ... Eu quero um tempo para mim.

Em 2012 eu já sei de uma coisa que quero ... quero me manter afastada de pessoas falsas. Percebi que em 2011 o que não faltou em minha vida foi isso, pessoas falsas, momentos falsos .. e não vou permitir que em 2012 isso volte a se repetir. Aos poucos fui cortando da minha vida todas essas pessoas que me decepcionaram em 2011 .. cortei sem muito alarme, sem brigar .. E não preciso citar nomes para elas, pois sei que com o passar do tempo todas elas vão enxergar o que já fui e o carinho que já tive, e o que sou agora, sem ter carinho algum. Algumas pessoas ( poucas ) receberam uma parte muito sincera de mim, mas o tempo passa e a gente enxerga quais são as pessoas que caminham ao nosso lado, e quais são as pessoas que nunca caminharam. E eu sou assim agora, seletiva. Em 2012 vocês não vão me ver de muita conversa com qualquer pessoa, e muito menos sendo amiga ou algo a mais de qualquer pessoa. As pessoas em si não me surpreendem mais.

Em todo novo ano que surge, coisas que não imaginávamos acontecem .. A vida é essa eterna mistura de momentos bons e momentos ruins. Tenho certeza que mesmo que as novidades sejam poucas, em 2012 acontecerá coisas que eu não imagino agora, não porque se inicia um novo ano, e sim porque a vida é imprevisível, cheia de detalhes que mudam tudo. A vida é feita de muitos capítulos, e 2012 será mais um deles para mim. E assim como qualquer um de vocês, na virada do ano, eu vou apenas pedir para que seja um ano bom. Eu não tenho muitos pedidos, na verdade só quero minha família perto de mim, e quando digo família me refiro aos meus pais mesmo, e claro, minha irmã, minha sobrinha, e meu novo sobrinho que está vindo por ai, em março ou um pouquinho antes .. Desejo de verdade que seja um ano que não me tire essas pessoas que realmente me importam, e que eu amo e me amam .. A família é a base principal de qualquer pessoa que seja consciente. Também quero continuar ajudando os animais que eu tenho, e torço para que em 2012 os maus tratos contra esses bichinhos indefesos diminuam.

Vai ser um ano que sem dúvida alguma irei me focar mais na faculdade, sinto que deixei um pouco a desejar nesse aspecto em 2011 .. não tive aquele foco que deveria ter, fui me entupindo de problemas bestas e sei que não dei o melhor de mim na faculdade, mas aprendi a ter mais sangue frio para ignorar qualquer tipo de problema, e sem dúvida alguma em 2012 vou saber separar muito melhor a minha vida pessoal da minha vida profissional .. Afinal ali será construído o meu futuro, então essa consciência de ser mais responsável com os meus objetivos chegou definitivamente em mim.

Em 2012 irei começar totalmente diferente do ano anterior, em 2011 eu realmente deixei de acreditar em muitas coisas .. mas não foi tão simples quanto antes, dessa vez é muito diferente, dessa vez eu sinto mesmo que aquele pedaço de mim que tanto acreditava nas coisas, realmente desapareceu. Serei sem dúvida alguma muito mais esperta do que em qualquer fase de minha vida .. Ganhei uma certa malícia, frieza, e ao mesmo tempo também ganhei uma certa leveza por não levar nada a sério.

Com relação a namoro ou relacionamentos em geral, não vou afirmar aqui que não irei me apaixonar .. seria até infantil da minha parte, afinal eu não sou mãe diná pra saber. E no finalzinho de 2010 eu jurava que não iria ter ninguém em 2011, e aconteceu. Então eu não afirmo nada, porém, 2011 me surpreendeu e muito com decepções .. os momentos que eu julgavam ser os mais felizes, foram totalmente falsos. Então esse tapa da vida acabou me acordando e, toda " magia " e empolgação relacionadas a ter alguém, sumiram completamente. Mas, se em 2012 acontecer, tenho certeza que será contado aqui nesse blog .. mesmo que seja falso também e eu apague, mas, será dit e se necessário apago sim depois. Já que o blog me representa tão bem, ele deve refletir o que sou, e eu sou assim .. Quando é necessário que eu tire algo da minha vida, eu tiro .. Mas,dessa vez terei muito mais cuidado ao escolher quem ficará ao meu lado.

Esse blog sofreu uma grande transformação em 2011, e essa é uma das boas surpresas que tive ... Nunca esperei de ter tantas visitas assim, e fechar 2011 com 20 mil visitas ao blog, não é para qualquer pessoa. E o melhor é que sinto que a maioria acompanha de verdade mesmo, todas as postagens mesmo .. tendo em vista que meu blog sofreu alterações ao longo de 2011 .. ele já foi voltado a assuntos como homofobia, também já foi voltado a problemas pessoais, a declarações para namorada .. Enfim, assuntos totalmente diferentes, mas que mesmo assim foram e continuam sendo lidos. Em 2012 espero manter todas essas pessoas ainda aqui, e agradeço de verdade a quem acompanha e gosta, ou se identifica.

Me sinto um pouco ansiosa agora .. pois sei que reencontros estão prestes a acontecer. Mas como diria uma música do Skank : Vou deixar, a vida me levar, pra onde ela quiser .... / E realmente, a vida me levou, e hoje estou aqui, sem questioná-la mais. E que venha 2012, pois iniciarei um novo capítulo no blog .. Hoje estou me despedindo desse velho capítulo que foi 2011, sem me arrepender de nada .. pois agora estou realmente no meu lugar. Feliz 2012 para vocês, e não façam disso apenas uma data, façam disso um recomeço .. recomecem se preciso for. Pois a vida muda quando a gente muda. Felicidades a todos e até 2012

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Ciúmes






O ciúme sem dúvida alguma é o caminho do fim para todo relacionamento .. principalmente aquele que foge do controle, aquele que cobra demais, que vigia demais. Posso resumir o ciúme em uma única palavra: PESO .. É um peso para quem convive e sente, e é um peso para quem recebe.

Eu sei que pode ser estranho eu falando de ciúmes agora, afinal, estou solteira. Mas tenho a mais absoluta certeza de que posso ter 500 relacionamentos ainda nessa vida, mas em nenhum eu serei ciumenta mais. É como se em pouco tempo tudo dentro de mim tivesse mudado, uma mudança extrema. Eu lembro que antigamente eu me assustava com pessoas que diziam não sentir ciúme do parceiro ou parceira, mas, elas tinham razão. Gente, nada é eterno, vamos encarar isso sem drama .. Na nossa vida tudo é coisa de momento, as pessoas não são para sempre, nós não somos para sempre também, então a partir do momento que minha ficha caiu com relação a isso, é que enxerguei o quanto tudo sempre deve ser levado de uma maneira leve, de uma maneira feliz. Sempre que eu ficava muito apaixonada, eu automaticamente namorava .. pois achava que o namoro era a segurança para ter a pessoa ... pura bobagem. Ultimamente eu não quero ninguém, não dessa maneira, e tenho plena certeza que essa fase vai durar muito. Eu não quero rótulos mais em minha vida .. eu quero momentos, sem pesos, sem cobranças .. da maneira natural que deve ser.

Quero aproveitar ao máximo, ainda sou sim uma pessoa muito intensa, mas a minha intensidade agora é outra .. A minha intensidade está totalmente ligada a liberdade, a paz, a aproveitar o máximo cada momento que a vida me oferece. Ciúme é uma armadilha que cega, me pego pensando em coisas que já fiz e já senti, e simplesmente não me reconheço, e percebi que com esse peso eu nunca fui feliz de verdade, e sim por momento. Acho que sempre levei a vida a sério demais, e as outras pessoas também, e isso é extremamente frustrante .. afinal a vida é pra ser vivida, sem medos, sem insegurança.

Em fevereiro deste ano, eu lembro que coloquei um texto no blog .. sobre se envolver e deixar a pessoa livre, foi a história de um touro e uma águia, que ambos viviam muito melhor soltos do que grudados. E na vida real é assim, quanto mais você criar laços afim de prender a outra pessoa .. mais a convivência será insuportável. O bom é deixar livre, o bom é não ter medo de perder .. Medo de perder porque? vamos nos arriscar mais, aproveitar mais.

Para todas as pessoas que neste exato momento namoram, eu aconselho a nunca prender demais, o ciúme é uma arma fatal e estará sempre presente, você pode alimentá-lo até que ele se torne forte a ponto de acabar com tudo, ou você pode ignorá-lo e se arriscar, tornando assim o sentimento bonito o centro do relacionamento. O ciúme também tem o grande poder de mexer com a imaginação, e de repente você fica cega para a realidade e fica vivendo demais nesse mundo da imaginação.

Eu no momento me sinto a pessoa mais leve do mundo, e devo isso a todas as experiências que vivi em 2011, volto a repetir que foi o ano que mais me fez crescer, justamente porque foi o ano que mais quebrei a cara, que mais me senti insegura e sozinha. Mas toda essa insegurança só me tornou uma pessoa mais forte agora, e sendo forte, madura e livre .. só tenho conquistado coisas boas, e vivido momentos ótimos. Me libertei realmente de todos os sentimentos ruins e infantis .. É, o mundo gira, para alguns demora mais, para outros menos, e para mim ele mudou na hora certa. Quando você sabe que nada se ganha, e nada se perde, a vida torna-se fácil, sem muita responsabilidade. Minha única missão hoje é ser feliz, e tenho sido assim todos os dias.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Sem Drama.






Tenho tido mais contato com as pessoas ultimamente .. saindo um pouco do meu mundinho particular e, conhecendo outras realidades diferentes e de outras pessoas. Sempre me considerei uma pessoa observadora, mas acredito que agora sou mais ainda. Pude perceber claramente que o maior dilema da vida de uma grande maioria das pessoas é o fato de se relacionarem com outras .. todos os tipos de relacionamento. Na verdade observo que quase toda mulher enfrenta e sofre mais por esse tipo de coisa .. seja por final de relacionamento, seja por sentimento não recíproco. E o mais engraçado é que a grande maioria sempre " escolhe " justamente aquele par que ela sabe que terá mais problemas .. É como se reclamassem a vida inteira por falta de atenção e carinho, mas sempre escolhessem o mesmo tipo. Acredito que os homens se decepcionam muito também .. não tenho aquela visão machista que eles são tão superiores assim, existem exceções para tudo .. mas citei as mulheres, porque tenho mais contato com elas, e esse contato me inspirou a falar sobre isso.

Na vida existe tanta coisa mais importante do que sofrer por outra pessoa, ou esperar. Tem gente que dramatiza demais, " Ah ele/ela é minha vida, não posso viver sem. " NÃO PODE? que eu saiba, todos nós nascemos sozinhos, e vivemos muito tempo sem a tal pessoa .. Então porque agora não pode?. Observei claramente que todos nós ficamos vulneráveis quando gostamos de alguém .. principalmente quem ainda não tem experiência, quem ainda é bobo pra esse tipo de coisa. A paixão e o envolvimento são armas poderosas e muitas vezes fatais, capazes de nos cegar, de nos deixar fracos. Mas são apenas fases .. a bobinha que hoje chora por causa de alguém, pode ser a mesma que amanhã não dará um passo por mais ninguém .. faz parte da vida, é um ciclo, e em relacionamentos vivemos várias etapas, até que finalmente a gente consegue ser a pessoa certa para enfim viver um relacionamento saudável, sem dependências.

Quando eu era mais nova .. tipo uns 15 anos, sempre ouvia pessoas mais velhas que eu, me diziam que amor de verdade acontece com o tempo, quando já temos uma idade madura para entender e viver isso tudo. Eu discordei na hora, eu achava que amor acontecia rápido .. questão de dias ou mêses. Mas não é assim mesmo .. Você conhece alguém a 1 ou 2 mêses e já diz que ama .. NÃO É AMOR! O que não quer dizer que não possa virar amor, apenas naquele momento não é. Amor acontece com o tempo, e quando eu digo tempo, é tempo mesmo .. é construído por anos, justamente porque é algo firme, difícil de cair no primeiro assopro que a vida oferecer. Ai me pego observando cenas do meu passado, cenas em que já falei " Eu te amo " para algumas pessoas .. ah como eu estava enganada .. nunca conheci as pessoas tão bem assim para poder dizer isso a elas, e ai vejo que indiretamente estou ou estava incluída na lista de pessoas que banalizam o amor.

Na maioria das vezes não banalizamos isso por mal .. as vezes alguém nos faz tão bem, as vezes sentimos que temos uma cumplicidade tão forte com outra pessoa a ponto de acharmos que conhecemos ela de verdade, por completo. Mas isso nunca acontece tão fácil e tão rapido, na verdade ficamos cegos e IMAGINAMOS o que queríamos que elas fossem .. ai o tempo passa, dias ou mêses, e ao enxergar a pessoa de verdade, desistimos e culpamos vários fatores " Ah a distância atrapalha, Ah você mudou, Ah meu foco é outro agora " ..Eu sempre e sempre pensei que as pessoas " mudavam " .. me enganei, ninguém mudou. Minha falta de experiência foi que fez com que eu enxergasse aquilo que nem existia. Mas a verdade é que eu nunca amei, e nunca fui amada. Pois não conheci ninguém verdadeiramente, e também não me conheceram .. mêses não são nada, transar não é conhecer, falar coisas bonitas ou escutar, não é amar. Ter atitudes corretas e maduras é que são de fato o início do que verdadeiramente é o amor.

E ai também existe a lista de pessoas que sofrem sem nem ter relacionamento algum .. Ficam, gostam, criam expectativas e claro, se frustram. No caso dessas pessoas, minha análise é firme e direta ... é falta de amor próprio. Como é que alguém sofre a toa por alguém que nunca " teve " ? .. Me pergunto o PORQUE dessas pessoas não enxergarem que se o cara ou a mulher não quer nada, quem perde são eles/elas. Então qual é a graça de sofrer por quem nem pensa em você? NENHUMA. A vida é feita de tantas coisas, são tantas as coisas que podemos fazer .. Podemos sair e nos divertir com ótimas companhias, podemos viajar e conhecer lugares diferentes, pessoas diferentes, podemos ter tanta satisfação e vitórias pessoais, e em vez disso as pessoas costumam se focar apenas em outra pessoa, e esquecem de enxergar o quanto a vida é maravilhosa.

Minha maneira de encarar as coisas hoje em dia é diferente de todas as maneiras que já tive .. já vivi muito em extremos, ora muito apaixonada, ora revoltada. E hoje eu não sou nenhum desses dois. Não gosto de ninguém, mas isso não deixou consequências negativas em mim. Não gostar de ninguém apenas me fez enxergar que isso não faz falta. Eu não sinto falta nenhuma de viver preocupada por depositar minha expectativa em qualquer pessoa. Estar só fez com que eu me conhecesse muito melhor, e a partir do momento que eu me conheço tão bem assim, eu posso mostrar de verdade quem eu sou, e alguém irá gostar de mim justamente por isso.

Eu realmente acabei saindo completamente do conto de fadas que sempre achei que eu construía em todos os relacionamentos. Contos de fadas não existem. Na vida real, a felicidade principal é ser feliz por você mesma, sem depedências .. é ser livre. Eu gosto muito dessa sensação de ser livre, de saber que ninguém tem expectativas a meu respeito. Mas a mudança que mais gostei em mim é que agora eu não me entrego fácil .. eu não me empolgo fácil, eu não gosto fácil, eu nem sequer dou minha atenção tão fácil assim mais. Acho que fiquei tão egoísta, e não é pecado algum eu ser tão auto-suficiente assim. Eu nunca mais vou banalizar o amor e dizer coisas lindas e passageiras, para pessoas que eu nem conheço direito.

É caros leitores, o mundo dá voltas, e o que importa é de fato o que somos por dentro, o que mudamos internamente, e não apenas por fora. A vida é uma escola, e nessa escola eu ainda vou aprender muito, eu sei. Minha vida está apenas começando .. Eu ainda vou trabalhar, ter minha casa, passar por momentos tensos, ainda vou rir, vou chorar .. mas uma coisa eu já aprendi, e não é frieza e nem nada do tipo .. mas já aprendi que isso de relacionamentos é pura besteira para quem ainda tem tanto assim pra viver. Vamos viver mais, aproveitar mais. Um dia Deus mandará a pessoa certa, no momento certo .. Acalmem o coração e enxerguem o quanto vocês são muito maiores que qualquer outra pessoa. E a todos que namoram, tenham cuidado .. o tempo é sim muito importante, gostar já é de fato algo muito especial .. mas o amor pelo parceiro ou parceira, vai se dar ao longo do tempo .. Não usem palavras tão únicas e especiais para pessoas que podem ser apenas mais uma, e não de fato ele ou ela.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

E como diria Raul ..







Eu prefiro ser, essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo.

--

Mudar é um passo muito importante que damos na vida. É essencial, eu diria. Não consigo me imaginar sendo a mesma sempre .. eu sempre vou mudando, vivo de muitas fases, e não abro mão disso por nada, pois adoro surpreender as pessoas que pensam que me conhecem. Acreditem, ninguém me conhece de verdade, afinal eu sou como uma folha de papel em que as primeiras linhas estão escritas, mas as outras ainda estão em branco, e ninguém pode adivinhar o que vou querer escrever ali.

Me considero uma pessoa de muita sorte por ter tantas fases assim ... Fases de querer estar acompanhada, fases de querer estar só, fases de amar, fases de não sentir nada, fases de ser brincalhona, fases de ser mais séria. Eu posso ser tudo, mas eu só serei quando eu quiser. O Mérito de enjoar fácil das pessoas, inclui inclusive a mim .. sou muito perfeccionista, exigente .. eu não espero que as mudanças caiam do céu, eu sempre faço uma análise de mim mesma, e mudo com o objetivo de ser feliz. É isso, eu busco a felicidade sempre em minha vida, e uma coisa que pude aprender é que a felicidade tem que ser NOSSA, tem que depender só da gente, e não de situações e muito menos de outras pessoas. A minha felicidade eu mesma faço, com minhas próprias atitudes.

Acredito muito na importância de olhar o mundo sempre com olhos diferentes. Assim os problemas que antes tiravam o sono, com o passar do tempo tiram é sorrisos. E tenho feito muito isso, ando sorrindo demais de coisas que um dia já me machucaram, e sempre será assim. O que hoje pode ser importante para mim, amanhã pode não ser mais. Eu tenho um jeito inconstante, eu me entrego muito a todos os momentos, posso até me enganar e pensar " Acho que dessa vez vai durar .. " , mas é só impressão .. Eu sempre acabo esquecendo, minhas vontades sempre mudam. As pessoas nunca conseguem meu interesse por muito tempo, pois eu canso .. e canso rápido. Preciso sempre de novidades, preciso sempre de liberdade.

E volto a repetir novamente o que o grande Raulzito disse : " Eu prefiro ser, essa metamorfose ambulante .. do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo. " .. concordo com o grande mestre. Não gosto de ter opiniões fixas sobre nada, pois a vida é totalmente inconstante. Então se tudo muda é desnecessário que a gente sempre tenha opiniões iguais, formadas. O Bom é deixar a vida levar, o bom é sempre ter vontades diferentes e ter muita atitude para aproveitar ao máximo todos os momentos que o tempo consegue nos oferecer. Eu aproveito tudo com intensidade .. o meu amor sempre é entregue como se fosse a última vez que vou amar, e o meu esquecimento sempre surge levando de mim todas as memórias e saudade. Então consigo muito bem ter as sensações opostos de amar e ser também indiferente depois. Eu não sei se sempre serei inconstante com os amores que vou ter na vida, talvez um dia alguém apareça e derrube, ou talvez eu sempre seja assim .. pois me sinto livre demais e não sei se um dia vai valer a pena abrir mão disso .. mas o futuro é incerto, e veremos.

E assim vou levando a vida .. posso quase que garantir que nenhuma outra pessoa está tão feliz nesse momento como eu estou. A minha felicidade não precisa ser exposta, eu não preciso fazer uma faixa .. a minha felicidade eu carrego no lugar mais importante que eu tenho em mim .. no meu coração. E o meu coração leve e livre, experimenta o gosto da liberdade, ele é a folha em branco que carrego sempre .. as vezes faço um rascunho, mas sempre me engano e apago, e recomeço. E na vida o mais importante é sempre ter força para recomeçar, sempre ter força para mudar os pensamentos, as vontades, as convicções. Na vida, o segredo de tudo é ser mil, e ser uma. E eu prefiro mudar mil vezes, do que sempre ser a mesma.

domingo, 11 de dezembro de 2011

Traição - Confiança






Não poderia terminar o ano sem falar sobre esse tema, apesar dele ser um pouco pesado. Ontem, numa rodinha de amigas o tema foi " Traição " .. assim como já aconteceu muitas vezes, o que mudou mesmo foi meu posicionamento diante disso.

Bom, acredito que na vida real todos nós já sofremos algum tipo de traição .. traição não é apenas algo carnal, é algo que pode ser mais extenso, uma quebra de confiança pode ser considerada como traição. E quem nunca passou por isso na vida? a resposta é, todos nós já passamos. É impossível não existir decepção quando estamos em contato com outras pessoas.

Traição sempre foi um tema que fez parte da minha vida .. Lembro perfeitamente da primeira vez que fui traída, lembro perfeitamente do diálogo que a minha namorada usou com a outra pessoa. Na verdade se eu falar que fiquei surpresa estarei mentindo, eu não fiquei, já era um relacionamento longo, desgastado .. mas mesmo assim fiquei furiosa, e me isolei .. Acho que é a reação da maioria das pessoas. Eu lembro que eu queria me isolar e não conhecer mais ninguém, passei a pensar que todas as mulheres seriam iguais a ela, e fui levando aquele trauma por 2 ou 3 anos, sem nunca esquecer a sensação ruim que aquela traição tinha deixado em mim.

Vou ser bem sincera, as vezes me pergunto o PORQUE disso quase sempre acontecer comigo, sinto que fiz tudo errado no passado, sinto que fui boba demais, fiel demais. Mas sabem, não me arrependo de ter sido assim, porque se eu não fosse assim, eu seria igual a todas essas pessoas que já conheci. É tão estranho saber que de 5 relacionamentos sérios apenas UMA não me traiu, mas isso me fez refletir e constatar que tinha deixado de dar valor ao relacionamento mais importante que já tive até hoje .. só recentemente pude perceber que as únicas lembranças que permanecem vivas em mim, e que me causam uma certa felicidade ao relembrar, são as de 2009 e nada vai mudar isso .. a confiança e a cumplicidade que tivemos na época com certeza eu nunca mais terei tão facilmente assim, eu nunca desconfiei dela, foi um relacionamento bastante saudável, sem brigas .. com certeza foi o mais maduro que tive até hoje .. passamos pouco tempo juntas, mas foram 2 mêses muito intensos, e hoje vejo que foi tão bom ter durado pouco tempo assim. Vejo casais ai que estão juntos há anos, mas que traem, que não se amam .. O rótulo de " namoro " não é nada, o importante é você saber que o que você vive é verdadeiro, e não apenas por aparência.

Minha opinião hoje sobre a traição é totalmente diferente do que pensei antes .. na verdade acho que era porque nenhuma traição tinha me abalado ou me surpreendido. Então sempre que me perguntavam eu respondia que era safadeza e blablabla. Mas hoje, diante de uma traição recente que realmente me surpreendeu, minha opinião deixou de ser tão infantil, e eu passei a observar fatos, a analisar coisas que antes eu não via. Em todo relacionamento que possivelmente existe ou pode existir traição, muitos sinais são dados .. como por exemplo, desde o início você percebe que no casal um gosta mais, e o outro nem tanto .. você percebe que sua ansiedade para ver a pessoa é muito maior do que a dela pra te ver .. são coisas simples, mas que se analisadas assim de uma forma geral, já são sim suficientes para perceber um sinal de alerta sobre isso.

Traição não pode ser apenas resumida em falta de caráter .. óbvio que a partir do momento que você se submete e concordar estar em um relacionamento, o princípio básico disso é você ser leal, ser fiel .. Acho tão simples permanecer solteira em vez de tentar dar passos longos que sei que não serei capaz de dar. Mas a fidelidade e os sentimentos não podem ser julgados apenas porque existe um rótulo em questão .. O que faz mesmo tudo mudar é o sentimento que você tem pela outra pessoa .. São os sentimentos que fazem com que você nem se sinta preso, é algo natural ... e poucos casais tem isso, afinal, as aparências enganam mais do que vocês podem pensar.

De todas as traições e quebra de confiança que já tive na vida, aprendi a não me surpreender com mais nada. Eu não sinto ódio, não sinto nada .. só acho chato saber que quase tudo no meu passado não passou de mentira, de aparência falsa. Mas não posso mudar o que aconteceu, e tentar entender também nem quero .. passou e passou. Guardo na minha lembrança apenas o único relacionamento que se salvou desse monte de mentira, e é por ele que ainda mantenho um pouco de esperança, e é por ele que não perdi minha cabeça e não briguei por nada. Sei que eu precisava aprender muito, e aprendi. E acreditem, força é meu sobrenome. Pois a pessoa tem que ser muito forte para admitir a si mesma que muitas coisas são falsas, sem se tornar uma coisa falsa também.

E a todos vocês que um dia já foram traídos, ou simplesmente passaram por algum momento onde a confiança foi quebrada .. Saibam esperar, não é clichê dizer que o tempo resolve tudo, ele realmente é capaz de resolver, e de responder todas as suas perguntas. A vida te oferece pessoas falsas, para que um dia, no futuro, você saiba dar mais valor ainda a pessoa certa.

Balada Gls .. minha visão!

As fotos colocadas nessa postagem é de uma série que simplesmente me deixou viciada, pois retrata de maneira fiel tudo que realmente acontece em relações homossexuais, nada foge da realidade. Para quem tiver curiosidade a série se chama " The Real L Word " e passa no GNT!



Bom, agora vou realmente entrar no assunto de falar sobre as baladas Gls, tendo em vista que talvez algumas pessoas ainda não tenham ido, e também porque ao assistir The Real L Word me inspirei a falar sobre isso, sobre todas as coisas que já passei numa balada gls, momentos ótimos, divertidos, dramáticos .. Enfim, uma mistura de tudo isso.

Em primeiro lugar a primeira observação que tenho a respeito disso é a quantidade de heterossexuais que vão lá, não sei, por curiosidade talvez .. principalmente as mulheres. Confesso, já fiquei com algumas heterossexuais na balada, e o comportamento típico de todas elas é beber um pouco mais, se soltar, e agarrar mesmo. Sempre tive um certo cuidado ao lidar com pessoas assim, não me imagino chegando de vez para alguém que eu sei que tem uma opção sexual diferente da minha .. mas gosto de sentir a sensação de que mato certas curiosidades. Gosto muito quando nessas baladas encontro alguma heterossexual curiosa e acaba acontecendo .. sempre vou achar engraçado a cara de surpresa que minhas amigas fazem quando eu " consigo " esse tipo de coisa. E sinceramente, não sei porque acontece tanto esse tipo de situação comigo, mas numa grande parte do tempo eu só me fascino pelo desafio mesmo .. e depois que consigo, acabo enjoando .. Heterossexual para mim, tem que ser aquela que eu experimento pela primeira vez e, que depois não me importo se elas vão ou não ficar com outras, eu só gosto mesmo é do desafio.






Em todas as vezes que fui numa balada, e foram muitas .. esse ano nem tanto, mas no ano passado eu praticamente vivia lá .. Mas em todas as vezes que fui, eu estava acompanhada de um casal de amigas, e era muito engraçado a maneira que elas lidavam uma com a outra. Primeiro porque no caminho eu tinha que escutar aquele troca troca de " Eu te amo muito " ... mas o engraçado mesmo era que a frase mudava rapidinho assim que elas chegavam lá, e quem ficava no meio disso? Eu. Sempre sobrava para mim a missão de acalmá-las, de dizer " Tem muitas garotas bonitas, mas vocês se amam " .. sem contar que eu sempre deixava pra dizer isso quando eu estava muito bêbada, não sei se eu tinha credibilidade naquele momento hahaha .. Mas em balada gls o que não falta é casais de mulheres discutindo a todo momento .. é sempre aquela tensão de ninguém poder olhar para ao lado. É por isso que eu só deixo mesmo para aproveitar essa fase quando estou solteira .. acho que nunca fui numa balada quando estou namorando, principalmente se a outra pessoa não pode ir comigo .. esse ambiente só fica interessante quando estou solteira, é como ir ao paraíso .. eu me sinto feliz, livre .. aconselho a quem namora a fazer programas mais leves, em benefício do relacionamento.

O comportamento e as diferenças são coisas que chamam muito minha atenção .. eu vejo de tudo, vejo mulheres mais quietas, mulheres mais agitadas, mulheres safadas, mulheres tímidas .. e sempre faço escolhas diferentes. Lembro que na primeira vez que eu fui, eu estava super tímida, mas tive tanta tanta sorte que acabei chamando atenção de uma das mais experientes de lá .. e fiquei com ela a noite inteira, foi bem interessante, mas foi a única vez que só fiquei com uma .. nas outras vezes acabei ficando com mais, e também conheci algumas taradas, daquelas que precisavam jogar água gelada .. é chato quando isso acontece, não gosto de ninguém com exageros em cima de mim, mas hoje em dia encaro como algo normal e sei que vou rir depois disso tudo. Nos dias que realmente quero mesmo ficar e estou no clima, são os momentos em que a balada realmente fica interessante .. pois eu me solto muito mais, danço, falo bobagens, e a sensação de ficar perto de pessoas que são iguais a mim é uma sensação única. É impossível eu não ficar a vontade lá, as mais próximas dizem que eu me solto bastante, mas não sei ao certo se é por causa das bebidas, ou se é porque aquele é meu ambiente. Tenho ido a baladas diferentes, essa atual me surpreendeu bastante, pois a antiga começou a ser mais frequentada por homens do que por mulheres, e agora eu encontrei uma que só tem mulheres .. é o sonho de toda lésbica. Já chego animada e sorrindo a toa, ow meu Deus uma imagem bem falsa da realidade .. mas lá ninguém precisa ver meus defeitos, né? assim como eu não vejo os de ninguém .. só sinto atração, fico, acho linda de morrer, e quando vale a pena, mantenho contato depois.

Por falar em contato, a coisa mais bizarra que acontece, e que já aconteceu várias vezes comigo, é quando encontro exs namoradas / ficantes / amantes e etc etc por lá. E é inevitável isso não acontecer, tendo em vista que no geral já é um grupo formado, fixo, a diferença é que com o passar do tempo mais pessoas entram nesse grupo .. Na primeira vez que fiquei com uma garota na frente de uma ex namorada, 2 semanas depois do fim do namoro, eu tive que aguentar a fúria de minha ex depois .. Minha gente, acreditem, não existe nada mais complicado nesse mundo do que mulher .. nunca conheci nenhuma que não fosse. Mulheres brigam a toa, tem ataques de ciumes a toa, são inseguras a toa .. estar com alguma é como ficar diante de situações de altos e baixos constantemente.

Posso dizer sem dúvida alguma que a melhor coisa quando estou solteira é porque sei aproveitar bastante .. sei focar minha intensidade em momentos divertidos, e sou tão feliz assim .. esse gosto de liberdade misturada com a sensação de saber que posso ter várias mulheres, é um dos melhores sabores que provei na vida. Não existe compromisso e nem responsabilidade com nada .. Se jogar na balada significa se jogar em momentos divertidos, sorrir a toa, estar perto de amigas, e cá entre nós, para lésbicas tão decididas como eu, estar em um lugar cheio de mulheres é um sonho, e nesse sonho eu apronto bastante, pois quem dita minhas regras sou eu.

E que venham as baladas de Salvador agora, tenho certeza que vou ter história pra contar.




sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Para maiores!






Vou falar sobre um tema que gosto muito - Sexo - .. é desafiador falar sobre isso, tendo em vista que a maioria das pessoas são hipócritas, não admitem que o sexo é algo bastante comum,  e que falar sobre isso é a coisa mais normal que existe .. preferem se esconder atrás da imagem de que falar sobre isso é safadeza ou algo do tipo, mas como gosto de desafiar as opiniões alheias, aqui vou eu.

Acredito que uma boa parte das pessoas tem fetiches .. sempre fui uma pessoa que tive imaginação fértil, que imaginei e quis muitas coisas .. mas foram raros os fetiches que realmente aconteceram. O primeiro fetiche que pude realizar, foi aquele citado na postagem anterior, em 2009. Eu estava deitada para dormir, e de repente minha namorada aparece com uma lingerie muito sexy [ na verdade a mais linda que vi até hoje ] e logo em seguida deu aquela olhada para mim, não uma simples olhada, e sim dando sinais do que ela queria que acontecesse, mas não poderíamos fazer nada naquele momento, porque as pessoas do quarto ao lado estavam acordadas .. se a imagem já me provocava, a situação de não poder só fez com que eu quisesse mais, ..  me levantei da cama e logo em seguida a puxei e beijei com muita vontade, passando minhas mãos em cada parte daquele corpo, e obviamente nenhuma das duas resistiu e aconteceu. O mistério sempre me atraiu muito, aquela coisa de ir desvendando a pessoa aos poucos, e isso se aplica perfeitamente no sexo .. eu sempre fui apaixonada por quem sabe provocar, por quem me deixa na vontade e vai saciando-a pouco a pouco, da maneira certa.

Eu sempre fui uma pessoa que se tivesse a parceira ideal, tudo era permitido, tudo era bom. Acredito muito em pares, e no sexo é fundamental que você esteja com alguém que te complete, com alguém que sempre te deixe na vontade de fazer mais, e mais ... A minha primeira parceira ideal foi a que me proporcionou meu primeiro orgasmo, mas ela não foi a minha primeira namorada, ela foi a minha segunda namorada. Com a minha primeira namorada o sexo era bom, eu gostava, tínhamos muita sintonia e muita vontade .. tanto é que com o passar do tempo, nesse primeiro namoro, deixou de existir o sentimento,  deixou de existir o diálogo e acabou se tornando só encontros baseados em sexo, até desgastar. Eu não entendia muito bem disso na época, em 2006 eu nem fazia ideia do que seria isso de orgasmo, até que 2 anos se passaram, e com essa nova namorada eu consegui meu primeiro orgasmo, foi fantástico .. embora não tenha acontecido em todas as nossas relações sexuais, aconteceram em no máximo 3 ou 4 ... mas mesmo assim já era bom demais, tendo em vista que no antigo relacionamento eu nunca tinha tido nenhum. Eu penso hoje que até na nossa vida sexual a gente amadurece e aprende .. tenho plena convicção de que antes eu não sabia tanto como sei hoje, e no sexo você precisa sim saber, não é só chegar e tirar as roupas, e sim aprender a tocar da maneira certa ... Talvez eu ainda aprenda muito, só sei que a cada relacionamento que tenho eu sou diferente, eu ganho mais experiência. Acho muito estranho quando escuto as pessoas se questionando a respeito do orgasmo, se tiveram ou não .. Acreditem, todos que tem, SABEM que tiveram, não tem como ter dúvidas sobre isso .. aquela sensação de leveza, por alguns minutos parece que você sai do seu corpo e vai para um lugar bem distante, é um arrepio tão forte, e quando você volta novamente para seu corpo, percebe que suas pernas estão bambas, e você totalmente sem energia .. é uma sensação incomparável.

Fisicamente eu tenho meu tipo preferido na cabeça .. o primeiro e importante passo é eu sentir atração, e para isso acontecer .. me desculpem a sinceridade extrema, mas, a mulher tem que ser MUITO gostosa .. eu tenho que olhar e sentir vontade de querer aquilo que eu vejo, de " comer " literalmente, cada parte daquele corpo .. Então quando consigo sentir essa atração, eu me jogo completamente nesse jogo. Ser feninina é fundamental, já me falaram uma vez e eu vou ter que concordar .. eu gosto de Patricinhas, não exageradamente .. Mas gosto muito de mulheres que se cuidam, de mulheres que se arrumam e colocam aquele salto e aquela roupa de parar o trânsito .. gosto de mulheres SENSUAIS, e não VULGARES .. existe muita diferença entre ambos. Na cama, essa mulher tem que permanecer submissa, mas ao mesmo tempo tem que ousar também, tem que saber enxergar os momentos que eu quero dominar, mas também tem que enxergar os momentos que quero ser dominada .. e ai me lembro da minha pior tentativa de sexo até hoje [ que não aconteceu ] justamente porque ela além de não ter muita feminilidade, não sabia provocar .. e usou uma bendita calça na hora .. Porra minha gente, CALÇA? Não precisa nem me conhecer muito para saber que gosto de roupas provocantes, principalmente em momentos assim, gosto de saias, vestidos .. Então pelo amor de Deus, não espero ver mais nenhuma calça na minha frente nunca mais.

Com relação aos meus fetiches, sempre tive alguns ... poucos foram realizados até hoje, mas os que aconteceram valeram muito a pena. Entre todos os meus fetiches, vou citar apenas um aqui no blog .. o principal de todos é ver a minha parceira se masturbando .. Sempre fui fascinada apenas de IMAGINAR a cena, e não sei ao certo o motivo de sentir tanto tesão apenas observando isso, mas ele sempre existiu e sempre existirá. É o fetiche número 1 mesmo, e tanto ele, como outros que mantenho na minha imaginação, espero que sempre se realizem .. pois um dos pontos principais dos meus relacionamentos é o sexo, claro que existem fatores muito importantes também .. não é porque gosto de sexo que qualquer pessoa irá me satisfazer, eu só sei chegar a esse ponto quando sinto sim algo pela pessoa, quando tenho intimidade mesmo .. Já existiram algumas situações, principalmente em baladas em uma certa época, que algumas meninas chegavam e se dependesse delas, elas fariam ali .. esse não é o tipo de provocação que eu gosto. Na verdade, como em tudo em minha vida, eu bato o meu olho e gosto ou NÃO gosto .. Sempre fui assim, tudo que realmente me fascina pra valer chama minha atenção assim que vejo pela primeira vez .. óbvio que existem exceções também.

E eu sou assim, um quebra-cabeça, mas as minhas peças não se ajustam a qualquer coisa .. mas quando acontece de tudo se encaixar, ah, é onde coloco em prática tudo que tenho na minha imaginação .. e acreditem, minha imaginação não presta.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Minha História real!



Era uma vez uma menina, tão meiga e inocente .. coitada, ainda não sabia nada da vida. Essa menina sempre teve uma essência muito bonita e nos seus olhos ela carregava um brilho especial, diferente. Ela acreditava e sonhava demais .. levantava a bandeira de que o amor era a coisa mais forte da vida, capaz de mudar a todos, inclusive ela .. queria viver histórias fortes, encontrar alguém que encarasse tudo por ela.

Essa menina era muito insegura, tinha medo de tudo, principalmente de se apaixonar .. tinha medo de se entregar e depois sofrer .. Preferia ficar ali no seu cantinho, quieta, sem chamar atenção de ninguém, e com isso aprendeu a ser uma menina de pouca atitude, pois sempre tinha medo de ousar, de se arriscar.

A menina, embora séria, sempre levava um sorriso guardado, e de suas mãos eram escritas coisas lindas. Ela escrevia tudo aquilo que vivia e sentia. Essa menina sofria de um sério medo de perdas, não sabia perder, e com isso sempre perdia sua paz ao se preocupar demais, ao se incomodar demais, ao brigar demais .. Parecia que a qualquer momento algo poderia tirar das suas mãos aquilo que nem ela mesma sabia se era dela,  ela só sabia que não queria perder.

A menina era muito tímida, incapaz de dar o primeiro beijo nas pessoas que ela realmente gostava .. ela nunca foi a primeira a dar o primeiro beijo quando estava apaixonada, ela esperava, sentia borboletas no seu estômago, e sempre que estava perto dessas pessoas que ela gostava, ela se sentia diferente e seu coração batia mais forte do que ela poderia controlar, e se sentia muito feliz .. achava sempre que suas histórias eram verdadeiras e dignas de sempre serem escritas, e ela escrevia cada momento que passava ..... pobre menina, não sabia que as pessoas poderiam a enganar tão facilmente. Na verdade a menina era vítima fácil dessas situações, não porque as pessoas eram tão más e faziam de propósito, e sim porque a menina era pura demais e se entregava de alma a tudo que queria, a tudo que amava.

Um dia a menina sofreu uma pancada na vida .. e recomeçou, e fez tudo igual .. depois sofreu outra pancada e recomeçou, e fez tudo igual .. depois recomeçou, sofreu, e fez tudo igual ... depois recomeçou. Difícil essa menina aprender, heim? ela era muito ligada em sua essência .. pena ninguém ter dado valor a isso, pena ninguém ter aparecido na vida dela e ter mostrado para ela que valia a pena ela ser assim tão insegura, tão intensa e tão sonhadora assim .. ninguém enxergou de verdade o quanto essa menina era diferente das outras pessoas.

Numa certa noite essa menina chorou muito, chorou tanto que ao acordar seus olhos ainda estavam vermelhos, e ela percebeu que não havia dormido direito. A menina chorou demais ao perceber que não tinha mais lugar para ela ali, ela não poderia existir .. chorou por saber que iria morrer e nunca mais existir. Essa menina chorou tanto relembrando todas as vezes que já foi abandonada pelas pessoas que um dia já disseram " Eu te amo " para ela .. lembrou da vez que recebeu um abraço de despedida e que após isso nunca mais viu a pessoa ... Relembrou também de algo mais recente, de quando ela chorou pedindo para alguém ficar, e a pessoa também a abraçou e foi embora. Não foi fácil essa menina dormir relembrando tantas coisas .. mas ela fechou seus olhos, chorou o que tinha para chorar, e ao se levantar no dia seguinte, ela .....





Sorriu


Sorriu ao constatar o quanto reclamava a toa dos problemas, o quanto sofria e se dava a toa. Se deu tanto a quem não merecia ... e a menina se olhou no espelho .. parou por uns 30 minutos na frente dele, observou bem seus olhos vermelhos de tanto chorar a noite inteira, e ao observá-los, a menina tomou uma séria decisão .. ela prometeu a si mesma que seria uma mulher de verdade dali por diante. Lavou seu rosto, voltou para a sua cama, e dessa vez conseguiu dormir melhor e imaginou seu futuro, e tudo que teria que ser para poder alcança-lo .. fez uma lista do que precisava mudar, do que precisava fazer, e fez.

Então a mulher procurou sua melhor roupa, se vestiu da melhor forma, e foi viver de verdade .. saiu do seu mundo de fantasias que sempre teve e foi ler pela última vez coisas que ela escreveu, foi uma maneira que ela encontrou de se despedir da menina que sempre existiu nela .. e ao ler pela última vez, ela foi apagando tudo aquilo, e encarou toda realidade. Olhou para as pessoas ao seu redor e fixou a ideia de que as aparências enganam muito. A mulher aprendeu a ser esperta e não acreditar em tudo que vê .. passou a não deixar que qualquer pessoa bonitinha e aparentemente confiável fizesse parte da sua vida, é , ela agora é seletiva, prefere ter 2 companhias sinceras do que 300 companhias falsas. A mulher ficou mais confiante em si mesma, e já não tinha timidez para chegar nas pessoas que ela quisesse, e muito menos tinha medo, ela não precisava mais ficar quieta, pois agora não tinha medo algum mais, ela sabia que não iria se apaixonar mais .. e não mais por medo de sofrer, e sim porque qualquer tipo de relacionamento não fazia mais parte dela, ela tinha cansado e enjoado .. Dessa vez ela beijou bocas e não se envolveu por completo, e sim apenas com o corpo, com o exterior. No interior dessa mulher ninguém o alcançará tão fácil.

A mulher passou a ter muita atitude, de querer e ter .. e de repente ela não precisava correr atrás de mais ninguém, as pessoas chegavam até a ela, e era tudo fácil .. ela não fazia esforço algum para ter quem ela quisesse ali nas mãos dela. A mulher passou a não sentir saudade nenhuma do passado .. e quando eu digo nenhuma, é nenhuma mesmo .. não existe lembranças boas e nem ruins, é como se a vida fosse apenas AGORA, e que tudo de antes tivesse de repente sumido da sua cabeça.

A mulher teve que olhar muitas vezes para o rosto das pessoas que um dia a enganou e traiu, e que ela amou,  .. mas no seu corpo já não existia reação nenhuma, ela não sentia mais as borboletas no estômago, e seu nervoso por estar perto deu lugar a indiferença .. aquela pessoa que um dia já foi tão amada por ela, agora já era uma pessoa comum. A mulher a enxergava como se ela fosse uma desconhecida qualquer. Ela não sentia nada estando perto ou longe, e já sabia que para ser madura, era absolutamente necessário passar por todas as coisas ruins que ela um dia já passou. Talvez ela tenha virado mulher justamente por isso, por saber que tudo faz parte desse ciclo, dessa fase.

A mulher ao superar todos os seus problemas e crescer, ajudou também pessoas que passavam por tudo aquilo que ela passou .. e em todos os casos que ela lia, se sentiu tão ridícula e boba por um dia já ter sofrido a toa em muitos aspectos. Mas ai lembrou que um dia quando foi muito criança, sofria tanto com aquele joelho ralado após uma brincadeira .. lembrou que quando se tornou adolescente, sofria muito com a rejeição por ser aparentemente diferente .. na fase mais adulta ela lembrou que sofreu por amor não correspondido, ilusões .. mas foi ai que percebeu que todos os seus sofrimentos a levavam a uma próxima etapa, e foi ai que se deu conta que chegou na fase ideal, que agora todo esse ciclo de antes finalmente tinha sentido, e ela tinha chegado aonde merecia estar.

Sinto que esse blog será de certa forma surpreendente em 2012 para quem sempre o acompanhou. Pois nele sempre escrevi sendo a menina, com assuntos e dúvidas típicas dessa fase. Agora que sou diferente, e que todos os meus pensamentos mudaram, acredito que existirá uma adaptação até de quem o acompanha .. mas garanto que vai valer muito a pena .. Pois as histórias diferentes vão começar agora .. vocês sempre acompanharam a história da menina insegura, e atualmente estão acompanhando meus primeiros passos sendo mulher de verdade, e existirão vários capítulos de muitas coisas novas que ainda vou viver.

Prazer, a menina fui eu, e a mulher sou eu!

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Beijos!


O beijo é uma das formas mais íntimas de entrarmos em contato com outra pessoa. Na verdade ele é o termômetro de tudo, uma excelente atração + um beijo bom = Sensações, arrepios. E quem nunca deu aquele beijo tão bom a ponto de se arrepiar? ou também aquele beijo efeito Jornal Nacional, que faz com que você quase durma e dê boa noite para outra pessoa.

Eu não acredito na teoria de que alguém beija mal, na verdade todos beijamos bem, o beijo é algo feito por duas pessoas, então se não for do agrado, obviamente a culpa será das duas pessoas, simplesmente não bateu. Já aconteceu algumas vezes isso comigo, troquei beijos que não me causaram sensação alguma, mas também já tive uns que me levaram a loucura, e como consequência de ser tão bom, atos que não serão citados aqui agora, aconteceram também.

Vou falar sobre algo que sou totalmente viciada .. Beijar o pescoço, esse sempre foi o ponto que mais gostei .. Na verdade, quando existe mesmo aquela atração muito forte eu gosto de beijar todas as partes possíveis. Mas o principal, sem dúvida alguma é o pescoço, e é ai que a minha atração pode ser analisada, se eu NÃO beijar o pescoço, desista, meu beijo na boca será dado apenas porque eu não vou poder sair correndo naquele momento.

O contato da pele é muito importante, se perguntem quantas vezes você ficou com alguém, e com quantas pessoas você conseguiu isso .. garanto que aconteceu com a minoria e olhe lá. Atração e pele não acontecem assim com qualquer um, e não tem receita feita para isso .. simplesmente acontece.  Com pouquíssimas eu consegui isso, são poucas as pessoas que podem dizer que tiveram realmente um momento íntimo comigo, e são poucas as que lembro e considero após isso.

Volto a bater na tecla do sexo entre mulheres, sem desmerecer as relações heterossexuais obviamente. Mas, penso que orgasmo realmente intenso só irá acontecer com quem realmente conhecer seu corpo. Óbvio que em relações heterossexuais podem existir também, com certeza. Mas duas mulheres, é um território conhecido. Acho muito interessante jogar em um jogo onde eu conheço tudo, pois eu controlo meus jogos e só paro quando tenho certeza que ganhei.

Escolhi a foto do beijo no pescoço, pois acho que ela resume tudo. Ela reflete bem como as coisas acontecem .. e eu só digo uma coisa, quem por merecimento ou sei lá o que, ganha minha empolgação, pode ter certeza que entrará em um jogo sem volta, na verdade a pessoa pode até voltar, mas tenho certeza que levará na cabeça tudo que se foi vivido em 4 paredes.

E a todas as ficadas sem sal, sem empolgação .. não desanimem, apenas não era o par ideal para a ocasião, pois como eu disse ninguém é ruim, simplesmente não acontece. Fulano pode ser ruim com você, mas ótimo com outra, e assim as coisas acontecem. Me pego pensando no MEU tipo ideal, naquela mulher que pode fazer com que eu perca a cabeça, tenho vários tipo na cabeça, e uma coisa em comum em todos eles ... ela tem que saber provocar, se vestir. Não adianta, se eu encaro tudo como um jogo, se não houver desafio, se não houver provocação, meu jogo perde a graça.

E ai me lembrei assim do nada em uma cena que aconteceu em 2009, simples, porém muito marcante, que foi quando minha namorada na época, se vestiu para mim, de um jeito tão provocante que até hoje, 2 anos depois ainda lembro daquela imagem como se tivesse acontecido ontem. Sem contar que além dela estar provocante com a roupa, a situação em si já era bem envolvente, pois NÃO podíamos fazer nada naquele momento. Mas NÃO poder não quer dizer nada, principalmente pra mim. Quanto mais eu sei que não posso, mais eu vou querer, e assim aconteceu.

As vezes por curiosidade pesquiso e vejo algumas fotos de duas garotas / mulheres ficando, em 90% das vezes constantei aquela coisa sem sal, que você percebe de longe que são duas moscas mortas que não fazem nada. Talvez na cabeça de muitas pessoas esse tipo de relação seja mesmo assim. Mas para pessoas como eu, acreditem, não existe fragilidade nenhuma. Eu pego quando eu bem quiser, não sou de ter frescura, quando eu quero eu puxo, mordo, bato e afins. Comigo esse esteriótipo de imagens sem sal jamais aconteceu na prática. Não sei ser assim, eu gosto de pegar, morder, chegar junto. Essa imagem de duas bonequinhas meigas, passa longe de mim, e de qualquer pessoa que estiver ao meu lado.

Beijar e ficar, definitivamente são coisas boas .. e na minha vida, minhas relações se baseiam quase que exclusivamente nisso .. principalmente agora, que não sei criar laços afetivos mais. Agora mais do que nunca isso tudo virou um jogo, eu estou preparada para ele .. só falta encontrar alguém que faça com que eu queira jogar um pouco .. pois adoro desafios, e sou assim agora, quero só pele e prazer .. mas, assim como nas relações afetivas, eu não escolho qualquer pessoa. Estejam prontas para o jogo!

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Passando ..


O tempo tem passado muito rápido. Na verdade penso que quando estamos leves e felizes o tempo corre a nosso favor. Tenho sentido o tempo passar, e ele passa sempre levando nossas certezas e acrescentando coisas novas na gente .. se engana que pensa que isso é fácil, na verdade não é, mas é necessário e acima de tudo uma aprendizagem.

Todos os dias eu tiro uns 30 minutos do meu dia e deito na minha cama, coloco minhas músicas preferidas pra tocar e penso na vida, penso em mim, penso em tantas coisas que já fiz e disse, penso em coisas minhas que eu jamais pensei que mudaria. É estranho constatar que tudo muda dentro da gente. Eu cheguei numa etapa que tudo, exatamente tudo em mim, mudou, se modificou um pouco.

Coragem para mudar nem todos possuem, pois querendo ou não vamos para um território desconhecido dentro de nós mesmos .. e de repente os lugares que eram seus lugares favoritos não são mais tão bons assim, as pessoas que antes seriam eternas já não fazem tanta falta, e os amores que eram fundamentais tornam-se algo tão banal. É uma mudança de tudo aquilo que já foi prioridade um dia, me sinto assim, tudo na minha vida e em mim mesma que um dia já foram importantes, se transformaram em pó.

Bom, estou em um novo mundo. Onde eu estou diferente, onde vejo tudo diferente. Ao parar nessa nova realidade constantei que nunca de verdade existiu aquilo de tão " diferente " que sempre procurei, mas não fico triste ao perceber isso, pois eu também mudei. E é sem exagero algum que afirmo que nada consegue pertubar minha paz hoje em dia. Eu não sinto nada! E você percebe que as pessoas mais intensas e sonhadoras de ontem, são as mais realistas de hoje .. o tempo é fundamental em nossa vida, não existe dificuldade nenhuma para quem sabe esperar o tempo certo, para quem sabe enfrentar todos os seus medos e ter a coragem de ser o que é de verdade.

O tempo passou e ele foi capaz de me mostrar tantas coisas, mas a principal delas foi sem dúvida alguma eu mesma. Ele me transformou em uma pessoa tão forte, me mostrando que valeu muito a pena derrubar todas as minhas certezas, viver sem ter certeza de nada é uma dádiva de poucos .. são poucas as pessoas que assim como eu, vivem despreocupadas, sem perguntas, sem respostas. O bem mais precioso na vida de alguém é ter a paz, é ter a consciência tranquila.

Confesso que essa quebra de " fantasias " tornou o mundo um pouco mais sem graça. Hoje estou naquela fase inconstante que já tive tantas outras vezes na minha vida .. a fase de enjoar rápido, de cansar rápido. E o pior é nem saber o PQ disso, e acreditem, até me perguntaram porque eu canso fácil das pessoas. Talvez por serem PESSOAS, eu diria. Pessoas são tão previsíveis, e também penso que pessoas como eu nasceram para ser livres .. não gosto de nada que me sufoca, nada que me cobra .. Odeio com todas as minhas forças a sensação de saber que alguém espera algo de mim. Definitivamente eu não nasci pra isso. Eu nasci pra ser livre, eu nasci pra viver minhas mil paixões ali e aqui e ir embora .. Eu nasci pra ser um mistério que ninguém irá descobrir. Eu nasci pra ver o tempo passar e ter a sorte de saber que na vida o importante não são as dificuldades do caminho, e sim a maneira de sair delas e mostrar para o mundo " Eu consegui " .

domingo, 4 de dezembro de 2011

2011 - Pessoas importantes






A postagem de hoje foge um pouco do convencional, daquilo que sempre escrevo. Na verdade, ainda que de forma simples, eu busquei esse espaço para agradecer e comentar a respeito de pessoas maravilhosas que tive o prazer e a sorte de conhecer em 2011. Escolhi a Joyce para representar isso, ela é tão meiga por foto né? espere e veja pessoalmente! hahaha .. brincadeira, ou melhor, nem tanto. Esse foi o ano que mais tive contato com as pessoas, ainda que indiretamente. Mas no meio de tantas, ela se destaca, por uma simples e importante característica que sempre busco nas pessoas e nunca encontro ... - A Naturalidade - .

Joyce representa isso, a naturalidade e sinceridade que tanto falta nas pessoas. Na verdade, como quase sempre digo nesse blog, é difícil me cativar verdadeiramente, é difícil fazer com que eu me sinta a vontade .. mas ela consegue isso de mim. Com ela consigo falar sobre qualquer coisa, sem ter receio algum .. é como se eu a conhecesse a mais tempo do que de fato conheço. O mais engraçado de tudo isso é que, desde a primeira vez que a vi ela chamou minha atenção .. eu sempre a observava de longe, mas jamais esperei ter algum tipo de contato com ela .. até que esse mundinho pequeno acabou me aproximando dessa pessoa que eu tanto observava.

Ao conhecê-la melhor, além da admiração pela imagem que eu via, eu acabei admirando como ser humano. Não sei se vocês vão achar bizarro isso, mas, o que mais gosto nela são os seus defeitos. Já ri tanto com as situações que ela já viveu, com os erros que ela já cometeu. E acho tão bom quando do nada vejo que tem torpedo dela para mim, geralmente falando de alguma situação que a deixou agoniada. As vezes sinto que também consegui ser importante para ela, e sei que assim como eu, ela também não acredita e não acrescenta qualquer pessoa assim na vida dela.

Sei que ela vai ler essa postagem, então vou aproveitar e vou agradecer pela confiança que me foi dada, por toda atenção, pelas risadas que me proporciona em nossas conversas. Vou agradecer até pelo dia que a gente quase perdeu a prova sem perceber que a conversa tinha durado mais do que deveria. Cheguei em uma etapa muito seletiva da minha vida .. e nesta etapa, sinta-se totalmente incluída em minha vida .. pois te admiro demais.

A segunda pessoa que foi uma grande surpresa conhecer em 2011 foi a Luh, o irônico é que a conheço desde maio/junho, mas desde então só tinha sido aquela coisa de olhar e pensar " Parece ser legal " .. mas o contato mesmo só existiu no mês passado, e ambas estavam vivendo um momento muito ruim. Nela encontrei um apoio muito grande no momento que mais precisei dele em 2011, e sei que também pude ajudá-la nos momentos que ela precisou de mim ultimamente. De uma simples simpatia no início, acabou nascendo uma forte amizade algum tempo depois. E hoje, além de sentir uma grande confiança e amizade, eu sinto também gratidão .. Pois o apoio e as palavras que recebi dela em um momento difícil, jamais serão esquecidos por mim. Obrigada Luh, e saiba que seu lugar nessa postagem " especial " de 2011 é um dos mais importantes.

Também conheci DUAS DANIS, se uma já era ruim, duas então .. hahaha! A primeira Dani, conheci na faculdade, lembro que nossas primeiras palavras a serem trocadas foram quando comentei a respeito da aula de Ciência Política, eu quase tinha um enfarte em todas as aulas dessa matéria por causa da possibilidade de ser chamada para apresentar algo. Então, nossos primeiros contatos surgiram a partir dessa aula, e desde junho nossa amizade de verdade mesmo começou a nascer. Hoje ela é uma amiga que confio bastante, que sabe muitas coisas sobre mim, e que principalmente torna as minhas aulas na faculdade muito mais divertidas .. na única noite que ela não pode ir eu já sinto uma falta .. realmente é uma das melhores companhias que eu poderia ter lá. A outra Dani, é uma SUMIDA .. raramente dá notícias e é bem ingrata! Mas os bons momentos que já passamos juntas compensam sem dúvida alguma essa atual ausência. Ela aguentou muitos desabafos meus, ela também já fez café da manhã pra mim! hahaha .. E foi testemunha total de que eu fui para a festa dos caminhoneiros pela primeira vez .. ADMITOOOOOOO, gostei dessas benditas festas -_- .. era muito divertido, mesmo eu reclamando o tempo todo. Não sei se essa Dani vai chegar a ler isso, mas se ler .. saiba que tenho ótimas lembranças de todas as nossas festas e das risadas que já dei " Giseliiiiiiii ! hahaha ".

A Melk foi outra grande surpresa da faculdade .. Confesso que a primeira vez que a vi mesmo na sala, foi quando ela estava mostrando a tatuagem dela. E não sei se você sabem, mas, Patricia Gois vendo tatuagem = pensamentos sacanas ! kkkkkkkkkkk .. mas depois pude ter o privilégio de ter contato com ela, e para a minha surpresa ela já era leitora do blog, então além da admiração de ambas as partes, tínhamos a oportunidade de sermos amigas, e eu a considero assim. Obrigada pela companhia, apesar da sua cara de má, sempre me senti bem com você .. e sempre passo horas olhando essas tatuagens *-*

Vivi, minha prima .. Essa amizade sem dúvida alguma foi a mais estranha de todas. Na primeira noite que ela me viu, ela não me deu nem boa noite .. existiu uma espécie de indiferença de ambas as partes, mas depois, do nada, começamos a conversar e toda aquela empatia do início se transformou em amizade. Onde uma confia na outra .. e descobrimos até que indiretamente somos parentes, esse mundo é doido mesmo kkkkk .. Saiba prima, que desejo que você seja muito feliz, e sempre vou continuar te ajudando nos momentos que você precisar.

Essa pessoa vai entrar na minha lista só por irônia mesmo - BÁRBARA - kkkkkkk! Ela vai entrar na lista, só para que possa enfim entender que eu NUNCA a chamei de idiota/besta/retardada pq ela é, embora ela seja mesmo, mas eu sempre disse com carinho. Saiba Bárbara, que apesar dos pesares, gostei muito de você .. tirando os momentos que a gente só se detonava via internet, pessoalmente .. com certeza assustamos muitas pessoas com isso, mas acho que isso era nossa forma de demonstrar nosso carinho, sei que você me adora muito :D .. A Crislaine, agradeço em primeiro lugar as colas que ela já me passou kkkkkkkkk .. ela foi alguém que me surpreendeu muito, com sua maturidade, as vezes muito mais madura que eu, que sou mais velha que ela. Saiba que sentar ao seu lado na faculdade é muito bom, tirando os momentos que você começa a cantar ou falar sem parar e eu sinto vontade de estrangular você.

Vou também tirar um espaço pra falar da MINHA PAIXÃO PLATÔNICA EM 2011 - Jarbene  // Amor a primeira vista eu não sei se acontece, mas paixão com certeza sim. Assim que vi essa mulher na primeira noite de aula, me apaixonei completamente, de ficar totalmente boba mesmo .. e pra piorar tudo eu ainda sentava na frente, quase ao lado dela .. Então ela explicava a matéria e sorria, e eu ficava com os olhos de besta olhando pra ela. Obrigada Jarbene, por ter me mostrado que as aulas poderiam ser muito interessantes e divertidas, sempre vou sentir saudade de Psicologia Jurídica.

Bom, existem também as pessoas que fui muito com a cara, mas infelizmente por falta de tempo até, não pude fazer amizade .. mas pessoas como Aryel, João Carlos e Douglas .. mesmo sem muito contato e tempo, de certa forma conseguiram me cativar, seja pela personalidade, ou por terem cara de psicopata como a minha [ Beijo João Carlos :D ]

-

É, em 2011 conheci algumas pessoas, e todas estão citadas aqui .. espero que todas elas tenham a mais absoluta certeza que são especiais para mim, e que sem dúvida alguma merecem estar nessa postagem de hoje. Como eu disse na postagem da retrospectiva 2011, eu comecei esse ano bem tímida, sozinha .. e vejam bem como terminei .. é, a vida é cheia de surpresas. E que venha 2012 agora :)

sábado, 3 de dezembro de 2011

Retrospectiva 2011






Antes de escrever essa postagem, eu fiquei lendo a retrospectiva 2010 [  http://palavrasedevaneioss.blogspot.com/2010/12/retrospectiva-2010.html  ].. para tentar enxergar através do tempo o quanto ele foi capaz de modificar muitas coisas. E esse é um dos segredos principais do blog .. eu escrevo tudo com tanta sinceridade, e é tão algo meu que posso ler uma coisa de 30 anos atrás que, mesmo assim me lembrarei como eu estava me sentindo no exato momento que escrevi.

Me lembro exatamente como 2011 começou .. Eu estava totalmente insegura agora que estava iniciando uma fase nova na faculdade. Me vi diante de várias pessoas que eram desconhecidas. Antes de ir, pensei várias vezes em falar para os meus pais que iria desistir, mas ai percebi o quanto eles estavam felizes e orgulhosos por eu ter dado esse passo importante, e eu não poderia ser tão covarde a ponto de desistir sem ao menos tentar .. então eu fui e me joguei nesse ambiente desconhecido, com pessoas que eu nunca tinha visto na vida. Os primeiros dias foram marcados pela minha timidez, sempre fui uma pessoa timida quando estou diante de pessoas que não conheço. Então num lugar onde tinha mais de 60 pessoas, obviamente eu me isolei um pouco e escolhi o lugar mais clichê para isso, sentei na frente, bem perto de onde ficavam os professores. Sendo bem sincera eu não senti falta de ter alguém para conversar, tendo em vista que na época de escola passei anos isolada, sem amigos, então na faculdade não tive problemas em me adaptar a essa situação no início.

Lembro perfeitamente da noite em que todos tinham que se apresentar e falar sobre o motivo de ter escolhido o curso. Lembro muito bem da sensação de timidez que senti naquela hora .. mas mesmo muito nervosa eu lembro do pequeno discurso " Meu nome é Patricia, e escolhi o curso de Direito porque tenho um abrigo para animais de rua e quero defender os animais, já que a justiça não ajuda " e para a minha infeliz sorte, a professora e talvez até alguns alunos, ficaram surpresos com o que eu falei, já que até então ninguém tinha falado de animais...e ela fez algumas perguntas ou comentários que não lembro agora..... Algum tempo depois eu comecei a fazer contatos, a conversar e principalmente me soltar muito mais .. Depois de alguns mêses eu já não era a garota que ficava ali isolada, calada e séria .. eu fui me tornando uma pessoa mais comunicativa, feliz, e não demorou muito para que eu ganhasse boas companhias para rir e conversar, e as mantenho até hoje.

Não poderia falar de 2011 sem citar esse processo importante que foi a faculdade. Pois se hoje sou mais comunicativa e se hoje planejo mais meu futuro profissional, eu devo isso ao meu primeiro ano de faculdade, e acho graça de toda a minha insegurança e medo a exatamente um ano atrás..... Saindo um pouco desse ambiente da faculdade, minha retrospectiva será voltada agora para mim, as mudanças que eu como pessoa acabei obtendo em 2011, e posso sem dúvida alguma dizer que esse foi o ano que mais cresci e amadureci em toda minha vida até então.

Sempre me senti uma pessoa sozinha, na verdade de fato sempre fui sozinha mesmo. Nunca gostei de me mostrar, pois eu já senti na pele as consequências e perigos que existem em mostrar o que se sente, e o que se é de verdade. Como falei na retrospectiva 2010, em 2010 não namorei e não gostei de ninguém .. foi um ano bastante parado nesse aspecto, mas muito movimento no aspecto de ficar e aproveitar .. mas era realmente só ficar, eu não falava sobre mim, sobre o que eu sentia .. na verdade quase sempre fui fria em todos os tipos de relação. Mas 2011 me reservou coisas e experiências diferentes. Logo no início eu conheci uma pessoa, na verdade acabei sendo atraída pelo fato dela ser mais velha, ser independente .. lembro que sempre me questionei sobre que diabos ela tinha visto em mim, tendo em vista que ela aparentemente parecia ser muito mais madura e independente que eu .. mas, acabou acontecendo. Depois de ficar por quase um mês, o pedido de namoro surgiu e eu decidi arriscar, quis me libertar de lembranças de 2009 .. mas nada que é forçado acaba dando certo, então, minhas lembranças me acompanharam e o namoro não durou muito ... os motivos reais do final foram baseados em traição. Me lembro perfeitamente quando ela me disse que tinha traído, e eu só olhei bem nos olhos dela e disse " Então acabou .. " .. houveram algumas recaídas, mas aquela quebra de confiança e admiração não permitiram que as recaídas se tornassem algo mais concreto, e depois de um certo tempo conseguimos manter uma amizade, e hoje não tenho mágoa alguma com relação a isso.

Não demorou muito para que eu conhecesse outra pessoa. Na verdade, já a conhecia, mas nunca passou pela minha cabeça que pudesse existir algo. Eu conhecia, mas não tinha sido aquela coisa clichê de " amor a primeira vista .. " .. Mas agora era diferente do namoro anterior, pois dessa vez as lembranças antigas não me acompanharam mais, e de repente me vi totalmente apaixonada e falando e fazendo coisas que jamais esperei que um dia eu fizesse por alguém. Fui a shows horríveis que eu odiava, escutei músicas que sempre julguei como bregas e acabei gostando, mudei até a posição da minha franja porque ela achava mais bonitinha se estivesse mais para um lado. Enfim, eu mudei bastante e não sentia medo de me mostrar, na verdade existia uma confiança tão grande ali que, me mostrar acabou sendo algo natural, era natural falar dos meus medos e inseguranças, foi natural até meu primeiro choro na frente de alguém .. muitos momentos foram acontecendo, briguei muito, mandei flores, me declarei muito também .. mas fui mudando o foco da minha vida de uma maneira que depois de alguns mêses enxerguei que só me fazia mal, pois não poderia amar outra pessoa mais do que eu me amo. A maior decepção de 2011 e talvez até de toda a minha vida até agora, foi descobrir que fui traída novamente .. hoje me pego pensando nisso e não sofro mais, não sinto absolutamente nada ao imaginar determinadas cenas que aconteceram e eu não vi. Hoje só tenho a certeza chata de que me mostrei para alguém que não valia a pena, e coloquei toda a minha sinceridade para alguém que só me devolvia com mentiras, com sentimento falso. Mas existem coisas na vida que só nos fortalecem, então essa situação se encaixa perfeitamente nisso .. Pois essa mentira acabou se tornando meu grande obstáculo e crescimento pessoal em 2011, pois pude ignorar meus impulsos, minha raiva e minha decepção, e fui capaz de seguir em frente como se nada tivesse acontecido comigo. E hoje estou feliz, me livrei de um peso enorme e  passei de garota ciumenta e apaixonada demais, para uma mulher independente e que não se preocupa com nada relacionado a isso.

Tive ainda uma terceira namorada. Confesso que na época, por eu ter certeza que o antigo relacionamento foi verdadeiro, as tais lembranças dele me perseguiram. E apesar de ter vivido momentos ótimos com alguém que se parecia muito comigo, eu não consegui amar, planejar e muito menos me envolver de verdade ali. Com o tempo percebi que eu estava precisando, ou melhor, necessitando mesmo, de liberdade. Me vi tão presa, de um lado tinha lembranças e do outro tinha alguém que esperava de mim coisas que eu não poderia oferecer. Então dei um basta e decidi que somente a liberdade me deixaria feliz, e assim aconteceu. A partir do momento que quebrei meu laço com as lembranças, pessoas, mentiras, fatos e situações .. Eu acordei para a vida, e enxerguei coisas tão mais importantes do que me relacionar e me envolver com  pessoas. Pode parecer besteira, mas, isso tudo serviu para que eu me enxergasse de verdade .. sempre me achei inferior em todos os relacionamentos mais importantes que tive, sempre abaixei minha cabeça e concordei que eu não era o melhor para as pessoas com as quais eu me envolvia, e no fundo sempre sofri com toda essa insegurança que eu sentia .. pois sempre esperei que alguém me dissesse que assumiria, que lutaria .. mas isso tinha que depender de mim também, se eu era insegura, se eu era imatura, eu jamais poderia exigir que alguém fosse por mim. Hoje sim posso dizer com total certeza que não me acho inferior a ninguém, mesmo que a pessoa seja linda, hetero, rica, maravilhosa e etc ... Eu me enxerguei e vi que tenho qualidades, e que no futuro estarei com alguém que me dê valor.

Saindo do campo do relacionamento, é importante ressaltar os planos que fui projetando nos últimos dias. Cansei de ficar parada e esperar que as coisas cheguem na minha mão .. afinal, os pais não são eternos [ infelizmente ] .. e eu quero ser totalmente independente de tudo. Em 2012 colocarei em prática todas as minhas ideias e buscarei tudo aquilo que for melhor para mim.

Mais um ano está prestes a acabar, e volto a repetir, nenhum ano me modificou tanto como 2011. Comecei tão insegura, tão timida e tão inocente para tantas coisas ainda dessa vida. Mas vivi e já vi de tudo. As mentiras me tornaram uma pessoa muito mais esperta, dura e forte. As tristezas me mostraram que só acontecem se eu permitir, se eu não quiser ficar triste, eu não fico, pois tenho uma força interna que ninguém será capaz de enxergar ou sentir igual. Eu sei superar qualquer problema que aparece, não sou igual a tantas pessoas que vejo por ai que se lamentam e choram a vida toda por algo .. eu sofro o que tiver pra sofrer nas primeiras 24 horas, e depois sinto como se nada tivesse comigo e sigo mais confiante e forte. Perdi minha inocência de valores, de confiar e acreditar em sentimentos. Hoje eu sei o quanto tudo pode ser falso, e principalmente o quanto isso é comum para tantas pessoas. Eu não me modifiquei a ponto de ter me tornado falsa assim .. eu apenas mudei no sentido de acreditar e confiar .. Hoje eu sou muito cuidadosa com as pessoas que mantenho em minha vida, e a confiança só é dada para raras exceções.

2011 não foi ruim e nem foi bom .. eu diria que apenas foi um ano que serviu para me modificar e que de 2012 para frente eu colocarei em prática tudo aquilo que aprendi, e serei o reflexo de todas as coisas que já passei. E é com muita alegria que aguardo 2012, não faço listas e nem imagino o que acontecerá. Talvez nada de muito importante aconteça, talvez tudo aconteça. A única coisa que sei é que meu blog me acompanhará nessa nova jornada, e que em 2012 meu foco será totalmente voltado ao meu futuro profissional, pois sei que eu poderia ter feito muito mais antes, mas nunca senti dentro de mim essa vontade de " vencer " que eu sinto hoje. E para todos que tentaram me derrubar em 2011 e que não confiaram no meu poder de me levantar do chão e seguir em frente, aqui vai meu muito Obrigada, pois eu gosto de desafios, se eu sei que alguém espera algo de mim, eu faço justamente o contrário.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Como Conquistar Alguém!






Vou te oferecer dicas para conquistar alguém ..



MENTIRA!

--

As vezes uma conversa torna-se engraçada, e quanto mais vou conhecendo as pessoas, mais me fascino pela diferença que todos nós temos. É interessante lidar com pensamentos tão diferentes dos meus, e acho muito bom quando de certa forma minhas palavras causam impacto, quando alguém chega e me diz " Patricia, você me ajudou ". Por isso as vezes penso que estou no curso errado, sem dúvida alguma psicologia se encaixaria mais no meu jeito, na minha personalidade .. mas já que não sou psicóloga, me contento em as vezes saber que pude ajudar alguém, o mais engraçado é que durante a minha vida toda eu nunca contei com o apoio de ninguém, nunca fui do tipo que precisei de conselhos .. sempre resolvo e supero meus problemas sozinha. Todos os dias tenho agradecido a Deus pelas mudanças que sempre acontecem em minha vida, pois sempre me renovo e volto muito mais forte .. nunca existiu problema algum que tenha me derrubado por muito tempo.

Mas bom, voltando ao assunto da postagem, essa ideia de falar sobre isso surgiu durante uma conversa, quando alguém me disse " Preciso fazer ele gostar mais de mim " .. e penso que talvez muitas pessoas ao lerem isso, de certa maneira vão se identificar. Afinal, que atire a primeira pedra quem já não passou por essa fase de querer chamar atenção, de querer mesmo conquistar alguém .. todos já passamos por isso, a diferença é que nem todos aprenderam a fazer da forma correta ... ou seja, não fazer nada .. exatamente, nada.

Já cansei de ver ou até mesmo passar por situações em que, a pessoa faz de tudo para conquistar a outra, mas quem acaba " ganhando " é justamente a outra pessoa que nunca fez nada. Isso de conquistar não está ligado a atos, nem a caráter .. sendo assim os bonzinhos e as moças mais quietas teriam uma fila de pretendentes. A conquista nunca pode ser algo premeditado, do tipo " Eu quero e tenho que conseguir " .. ela acaba surgindo de forma espontânea, é quando vocês vão se conhecendo, e de repente algo nele ou nela, acaba te atraindo, mas nunca será algo que você possa controlar na outra pessoa, ou seja, não existe esse método infalível para conquistar alguém.

Estar bem e principalmente ser você mesma irá ajudar em todos os aspectos da vida. Acredito que quando você está feliz e bem, o universo conspira a seu favor. Mas fazer isso apenas para " conquistar " é furada. Faça isso por você mesma, para se sentir bem. Pessoas vulneráveis e carentes acabam se apegando a qualquer coisa, por isso é fundamental ter esse amor próprio, essa confiança em você mesma. As pessoas não gostam de segurança demais, de certezas demais. Na verdade é a dúvida que faz com que tudo aconteça .. as vitrines por serem expostas demais acabam sendo observadas por completo e por pouco tempo ... mas aquilo que consegue se manter em segredo será o ponto mais forte e intrigante.

Com o tempo você aprende que o primeiro passo para conquistar alguém é não querer conquistar .. É não fazer nada de absurdo para chamar atenção. As vezes a pessoa mais quieta de uma sala inteira, acaba sendo mais fascinante do que aquela que é comunicativa demais. Penso também que quem gosta, gosta naturalmente .. gosta daquela imagem que viu, e talvez nessa de querer conquistar mais ainda pessoa, a gente acabe enfim " perdendo " de vez, pois qualquer esforço a mais tira de nós aquilo que é mais importante na nossa vida .. a nossa naturalidade. Por isso, tenho sempre muito orgulho em expor muitos dos meus defeitos .. se querem um paraíso calmo, com pessoas vestidas de branco, onde tudo é tranquilo .. saibam, não sou a pessoa certa. Comigo tudo é o oposto, pois carrego o inferno dentro de mim, nunca abaixo minha cabeça e só faço aquilo que eu gosto. Sou chata, implicante, quase sempre estou de mau humor .. mas estou certa de que não preciso mudar nada em mim para outra pessoa, pois me amo muito mais do que poderia amar outra pessoa além de mim.

É, descobriram que para conquistar alguém não tem manual? pois é! E que graça teria a vida se tudo fosse igual a receita de bolo, não é mesmo? Por isso, arrisque mais, viva mais e não se prenda a problemas pequenos. A Paixão, a atração e o interesse são temperos deliciosos, sem dúvida alguma. Mas nem todos aprenderam a misturar tão bem assim. Eu aprendi, aprendi a dosar todas as partes de mim, e acredito que cheguei naquele ponto de preparo onde o meu sabor agora é ideal.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Estar só!


Talvez esse seja o maior receio de muitas pessoas - Ficar sozinha - . Confesso, as vezes também já tive medo disso, como uma vez já disse no blog .. estar acompanhada seja de uma pessoa ou mais, tornam a vida um pouco mais colorida. Muito tempo se passou desde o meu pensamento, na verdade, e esse tempo me fez enxergar muito bem as coisas.

Estar só é nos conhecer muito melhor. E o maior problema das pessoas é esse, ficam tão acompanhadas o tempo todo e não conhecem a si mesmas. Esse conhecimento individual é muito importante, e acima de tudo é um processo natural ótimo .. Saibam diferenciá-lo de solidão, estar só nem sempre deve ser considerado ou misturado com solidão. Acredito que solidão é a obrigação de estar só, sem querer. Já o conhecimento individual nasce da necessidade de ter um tempo sozinha, por escolha própria. De uma forma geral eu cansei das pessoas, das suas mentiras, de tentar desvendá-las, e a partir do momento que enjoei de ter mil companhias ao meu lado, eu me permitir a ir me conhecendo melhor, e hoje vejo que foi a melhor escolha que já fiz na minha vida.

Ando com mente e coração tranquilos. Não me questiono sobre mais nada do passado, simplesmente faço de conta que nada aconteceu comigo. Eu estou dando toda chance para mim mesma de ir vivendo o presente, de fazer novas escolhas, de ter uma vida diferente. E tudo isso tem me feito um bem danado, porque hoje eu sei quais são as coisas e as pessoas que me fazem bem, e não existe nada melhor do que deitar na minha cama e ter a consciência de que a cada dia que passa eu me conheço mais e vivo da melhor maneira possível, ou seja, da minha maneira .. fazendo tudo que eu gosto, dizendo tudo que eu quero.

Essa liberdade que eu sinto hoje é inédita em minha vida. Desde que me conheço por gente eu sempre tive problemas, não importava a minha felicidade, eu sempre tinha algo para me preocupar .. Mas hoje a minha felicidade é plena, é concreta. É algo que me traz uma paz, uma vontade de sorrir e agradecer sempre a Deus por todas as coisas que já tive que passar nessa minha vida, pois foram através delas que eu me transformei no melhor que eu poderia ser, no mais forte que eu poderia alcançar.

Hoje faço tudo sem pressa .. Claro que como todo ser humano, eu tenho meus desejos, pessoais, por coisas, por pessoas. Os desejos pessoais são aqueles que eu busco diariamente, me foco nos estudos .. Confesso que pensei umas 200 vezes em desistir da faculdade, e isso logo na primeira semana de aula .. mas agora nunca estive tão certa de que ali é meu lugar, e que vou concluir o curso de cabeça erguida, dando orgulho aos meus pais que tanto sonharam com que eu estivesse lá. Meus desejos por pessoas é algo controlável .. Já tem muito tempo que eu não sinto paixão ou sentimento algum, acabei me fechando um pouco nesse aspecto, e penso que nunca estive tão difícil quanto estou hoje .. Pois hoje sei que não quero um rostinho e um corpinho bonitos .. Agora tem que realmente existir algo a mais, pois cansei de números. Não adianta ficar com 500 garotas que não tem nada a ver comigo, prefiro ficar com 1 ou 2, mas que eu realmente saiba que fiquei porque algo conseguiu chamar minha atenção, e não apenas para beijar e matar uma vontade do momento.

A vida vai seguindo e eu como pessoa vou crescendo cada vez mais, e me apaixono cada vez mais por mim mesma. Gosto dos meus defeitos assim como gosto das minhas qualidades, e aprecio bastante minha liberdade .. pois voltei a ter asas, e não permito que nada me prenda.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Felicidade


Pensei em não escrever sobre isso no blog. Mas percebi que talvez eu possa ajudar pessoas que passam agora pelo mesmo que eu passei. Hoje escreverei não com a intenção de me sentir bem ou desabafar, hoje eu escrevo com a intenção de que as pessoas se identifiquem, que as pessoas que acompanharam esse blog nos últimos tempos vejam enfim o desfecho e o recomeço de tudo.

Felicidade .. o que é a felicidade, afinal? A felicidade para mim é um estado de espírito, você nunca pode culpar o destino ou as pessoas pela sua felicidade .. Ela tem que partir de dentro de você. A lição mais importante sobre estar bem é enxergar que isso não surge com a falta de problemas, muito pelo contrário. Uma vida sem problemas, uma vida sem decepções .. seria também uma vida sem felicidade.

Acredito que uma grande parte das pessoas sofrem ou sofreram com sentimentos, com relacionamentos frustrantes, com a confiança abalada. Enfim, em resumo, uma grande parte de nós já sofremos com algo que envolve outra pessoa. Sempre olhei para esse assunto de uma maneira fria, como algo que nunca aconteceria comigo .. mas veja bem como a vida é .. acabei vivendo situações que eu jamais esperaria viver ou sentir. Quase sempre vi casais onde um amava mais, ou o outro sofria muito e jamais pude ter ideia de como as coisas realmente funcionavam.

É estranho olhar para algumas coisas que fiz .. simplesmente não me reconheço, não acredito que fui capaz de gostar mais de alguém do que de mim mesma, e com isso ficar cega para tudo que acontecia em minha volta, em minha própria vida. Não me recordo como esse sentimento exagerado começou, eu só sei que no início pareceu comum, pareceu ser verdadeiro e normal, assim como qualquer outro relacionamento que já tive. Mas na medida que o tempo passava, o que antes era leve começou a ser pesado, a falta de confiança começou a nascer, e a sensação de estar bem foi indo embora pouco a pouco. Quando dei por mim, eu estava vivendo mais a vida da outra pessoa do que a minha própria vida.

Fiquei cega por alguns mêses, fantasiando muito as coisas, tendo certeza demais que parecia verdadeiro tudo aquilo que eu fantasiava. Mas a verdade sempre chega, não importa o tempo que passe. Então quando minhas fantasias a cerca do relacionamento, e a cerca da pessoa, foram acabando, meu novo mundo e minhas novas vontades foram caindo, pouco a pouco. De repente criei uma depedência tão grande que já não conseguia ficar sozinha, mesmo sabendo que em toda tentativa de ir procurar a pessoa resultaria em levar um fora e ainda ficar pior por isso.

As vezes, por ter maturidade e experiência não nos protegemos completamente diante das situações, e é um erro, porque todos nós estamos sujeitos a nos envolver em verdadeiras armadilhas, e armadilhas que nós mesmos criamos. Eu não culpo ninguém por essa experiência péssima que tive. Eu ainda tinha uma inocência dentro de mim que nem eu mesma sabia que tinha, e foi por isso que fantasiei uma história linda na cabeça, quando na verdade era um relacionamento comum, com uma pessoa comum como qualquer outra.

Traição sempre foi um tema muito pesado para mim. Mas sabem, dessa vez foi diferente de antes .. Dessa vez acabou sendo algo que me matou na hora que eu soube, mas que me fez renascer um dia depois. Dessa vez não foi algo que fez com que eu ficasse me torturando todos os dias, e sim algo que me detonou apenas no momento e passou. E agora que essa sensação passou, e fazendo um filme de todas as coisas ruins que já senti, eu vi que existiram mais coisas ruins do que boas. É como se eu tivesse levado um tapa e acordado completamente. As coisas boas no início tiveram a capacidade de me cegar por muito tempo depois. E eu me perdi tanto de mim mesma, do meu amor próprio. Mudei completamente e culpei essa mudança justificando que era amor, mas não era amor. Era talvez uma forte atração, era mais fantasia do que realidade .. hoje eu sei que aquele relacionamento pode ter tido tudo, menos amor. E mais uma vez penso que nunca amei .. como diria cazuza: O nosso amor a gente inventa pra se distrair, e quando acaba a gente pensa que nunca existiu.

Na vida precisamos de coragem, não uma coragem qualquer, e sim uma coragem que te faça levantar da cama e decidir que tudo será diferente. Uma coragem de parar de culpar o destino e a vida, e se questionar sobre você mesmo, admitir suas falhas, e claro, ter uma atitude forte a ponto de mudar tudo. Quando todos e até eu mesma, acharam que eu ficaria no chão, que me renderia a todas as decepções que sofri .. eu me levantei e mostrei para mim mesma a força que eu tenho, a racionalidade e o equilíbrio que sempre tive antes. Se antes eu era uma garota que sentia saudade e corria atrás, sofrendo, mandando flores, achando que o amor era a única coisa que bastava ,... Hoje eu sou uma mulher que não dá um passo por ninguém, e que sabe o quanto de hipocrisia existe dentro de cada um .. Hoje eu abri meus olhos completamente e acho graça desse drama todo que fiz nos últimos tempos, hoje me deu vontade de rir de mim mesma .. por achar que já tive tantos problemas, quando na verdade neste exato momento existem pessoas que realmente vivem sérios problemas. Problema em relacionamento é o de menos, nossa vida jamais deve depender de outras pessoas, e sim de nós mesmos.

Eu sei que para quem sempre acompanhou meu blog, deve ser estranho ler isso que eu digo agora. Mas acreditem, nunca estive tão certa em toda a minha vida, nunca estive tão bem quanto agora. Eu realmente me sinto feliz, depois de mêses. Me sinto feliz porque a minha vida voltou a ser a minha própria vida, eu não me importo com nada que acontece na vida de outra pessoa, eu não me incomodo e nem brigo. Eu voltei a ser a pessoa individualista que eu sempre fui, só que agora com aquela experiência que ainda faltava em minha vida, mas que agora já tenho. Obtive uma esperteza a mais. E hoje sendo muito mais esperta que antes, e muito mais forte que em qualquer fase da minha vida, eu posso enfim respirar tranquila, por saber que estou imune a tudo, e por saber que tudo depende exclusivamente de mim, e não do tempo ou destino, isso são apenas desculpas que os covardes e acomodados usam para nunca tomarem uma atitude.

Felicidade contida e simples, como deve ser. Sem pesos, sem mágoas e sem olhar para trás. Saibam aproveitar as oportunidades da vida. Olhar para o passado não leva ninguém ao futuro, e se algo realmente for bom em sua vida, além de não fazer parte do passado, não te machucaria. Então reflitam muito sobre o que escrevi hoje. E saibam que independente da tristeza ou da decepção, a vida sempre te dá oportunidades de seguir em frente, cabe a você escolher se vale a pena carregar um peso desnecessário, ou se é melhor ir em frente sem bagagem alguma e confiando muito mais em você.

Eu novamente me vi diante de duas situações: Olhar para trás ou seguir em frente. Antes, eu sempre olhei para trás, porque sempre imaginei que tinha algo verdadeiro ali que poderia me fazer feliz .. mas com o tempo eu percebi que além de tudo ser falso, a minha felicidade tinha que depender de mim mesma, e jamais de alguém além de mim. Então agora definitivamente eu olho para o futuro, vivo o presente, e estou realmente feliz por ter voltado a me amar, e a me preocupar, exclusivamente comigo e mais ninguém. Hoje cada um terá de mim aquilo que merece.

domingo, 27 de novembro de 2011

Aliviada

Senti uma sensação de alívio ao dizer " Não falarei mais sobre isso " .. Eu penso que em muitas vezes na vida, eu já disse isso " não quero mais saber/ não vou mais falar " .. mas no fundinho eu sabia que a história não acabava ali. Hoje eu senti verdadeiramente a sensação de dizer " nunca mais" , sabendo que realmente é verdade, que minhas atitudes atuais não são impulsivas, e sim reais.

Como eu disse na postagem anterior, eu comecei a sentir uma indiferença diante de determinadas coisas. Justamente porque na minha vida toda sempre questionei demais, briguei demais, me importei demais, e sem perceber que quanto mais eu faço isso, mais eu estou indiretamente dando importância. E a maior lição que pude aprender foi que a indiferença é a arma mais poderosa que posso ter. Não adianta brigar ou pensar demais nas mentiras, porque tudo passou.

O Alívio de sentir que essa história realmente chegou ao fim, me traz um pouco de paz. Como falei para alguém hoje, a única coisa que poderia mudar meus sentimentos, aconteceu. Então é isso, não brigo mais, não xingo mais, e principalmente .. não perco mais meu tempo, porque a vida segue, e parar é o mesmo que escorregar ou se manter no erro. Quem aprende anda pra frente. E eu aprendi.

Sinto coisas estranhas e inéditas dentro de mim. Eu diria que um equilíbrio verdadeiro, sem impulsividade. Não sinto vontade de dizer um " A " que seja. E agora sim eu consigo entender bem melhor que antes em qualquer etapa da minha vida, eu nunca tinha mudado de verdade .. eu nunca tinha sentido essa sensação de ter a mais absoluta certeza das coisas, do que devo fazer e agir.

E eu que pensava há uns dias atrás que 2011 não me surpreenderia, me enganei. Ele acabou me surpreendendo. Acabou me transformando de garota, com todos os anseios e inseguranças, em uma mulher .. dona de si, dos seus atos, e muito mais esperta para tudo.

Desejo uma ótima semana a quem lê o blog. Dando realmente um fim a antigos assuntos, agradeço pela última vez a Luh, Joyce e Simone, que tanto me ouviram, me aconselheram. Agora que recuperei minha força novamente, saibam que não esqueço o bem que me fizeram. E agradeço também a todas as pessoas que se dizem amigas, mas que só conversam quando querem algo, ou quando estamos bem. Até nisso pude aprender melhor. E se tem alguém que está seletiva em todos os setores da vida, esse alguém sou eu. E daqui pra frente, se alguém falar que Patricia Gois conversa ou é amiga ... Acreditem que essa pessoa é mesmo importante para mim .. Porque com uma grande maioria eu vou mudar minha forma de tratamento.

Nem tudo que é "ruim" acaba sendo negativo .. das piores decepções podemos tirar grandes lições também. Aprendemos mais sobre as situações, sobre as pessoas. Saímos do mundo imaginário onde os sentimentos são recíprocos e importantes, e caímos na vida real. E na vida real é importante ter cuidado, ter sangue frio, ter segurança, ser realista.

E a vida é assim .. tudo que você pensa " nunca " ... acaba acontecendo, e tudo que você pensa " pra sempre " .. acaba terminando. Então vamos viver sem nos prender a teoria alguma, e também sem confiar naquilo que se vê, porque na vida, antes de encontrar o que é realmente verdadeiro, passamos por algumas armadilhas. Mas mesmo se cair, o mais importante é levantar. E eu estou em pé, com a total certeza de que cair eu não caio mais.